Leão de Berlim

ou Meu passado me Condena...

Sim, eu tenho que confessar algo a vocês, meus caros 10 leitores, acho que são 10, no máximo 15 que me aturam, mas vamos para de viajar na maionese (oi?) e deixa eu continuar minha confissão. Todo mundo já está careca, ou cheio de cabelo, tanto faz, de saber que eu sou uma leitora voraz. Mas (sempre tem um mas) na minha adolescência o que eu mais lia eram os romances da Nova Cultural, sim estes mesmos os famosos (sic) Julia, Sabrina e Bianca. Então neste período da minha vida ou eu lia isto ou então literatura nacional da melhor qualidade: Machado de Assis, José Lins do Rego, Jorge Amado, Raquel de Queiroz, Graciliano Ramos, Aloísio Azevedo...

E aí, no início dos anos 80, eis que me caiu em mãos (as minhas, claro) uma Super Sabrina chamada O Leão de Berlim... e eu amei a história porque tinha todo um contexto histórico e político, dentro da tosquice açucarada deste tipo de romance, que prendia, e fazia você (ao menos eu) se interessar pelos personagens.

Mas (outro mas) a revista que eu tinha foi emprestada e claro nunca mais eu vi. Só que quando estive na Alemanha lembrei do livro (livro é bondade minha) e me deu vontade de ler novamente. E quem disse que eu achava. Até entrar em contato com e editora eu entrei, mas eles explicaram que como era de 1982 estava completamente fora de catálogo e não havia perigo de eu encontrar assim fácil. Isto foi lá por 2005. Eu tentei encontrar, tentei mesmo, mas depois desisti.

E eis que no fim de semana passado, o livro/revista não só foi achado como baixado da internet, e eu reli. Pronto, agora vocês já sabem tudo, depois deste post tipo "teu passado te condena".

Super beijo,

Jan, a romântica incorrigível.

Imagem: do blog Nossos Romances. Que serve como prova de condenação.

Comentários

zany disse…
Jan, como uma romântica incorrigível, tá mais do que certo vc. ler estes livretos açucarados que nos faziam(eu também li muitos deles)sonhar com o príncipe encantado(sim Jan,um dia, eu já sonhei com um príncipe também).Que bom que você encontrou o livro pra matar as saudades. Bjs anjoca!!
Nanda disse…
Nunca fui fã de Sabrina e cia; mas adorava os livros de Danielle Steel; que se duvidar, seguem os mesmos principios: mocinha rica conhece mocinho, se apaiixona, perde tudo; recomeça do zero, reencontra mocinho e terminam felizes para sempre ou mocinha pobre conhece mocinho, apaixona-se, perde o pouco que tem; encontra uma 'fada madrinha', fica rica, reencontra mocinho e terminam felizes para sempre...rsssss - Ahhh e o dvd da novela deu certo? O do filme está perfeito.
Meu Deoussssss... Chocadoooooo...
Amiga, eu sei, tu tava na TPM quando resolvesse confeçar este "incidente em antares", mas tudo tem jeito, como são apenas 10 ou 15 leitores, ainda da tempo de apagar tudo.

kakakakakaka...

bjs e saudades.
analice disse…
eu tb lia,,, e olha que ja na vida adulta, quando estava com crises de tpm, solidao, vontade de ler um romance adocicado lia mesmo... parei porque é muito meloso,,,, mas nao posso dizer que estou curada...

Postagens mais visitadas deste blog

Está chegando...

Virtual ou Real?

Heróis literários ou Forever 17