Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

Coisas de Mulher

Imagem
Quem??? Quem inventou que mulher precisa se depilar??? E além do mais que mulher precisa se depilar com cera???
Por que eu estou falando sobre depilação? Calma que explico, eu estava pensando que tenho que fazer meu preventivo, e isso sempre me deixa um pouco transtornada, porque o exame é no mínimo deprimente...a pessoa ficar naquela posição na frente de um completo/a estranho/a, sempre é vergonhoso, mas tem que fazer, é pela nossa saúde, então façamos!
E aí eu lembrei, ao menos este exame só precisa ser feito uma vez ao ano...e a miserável da depilação que é muito pior e sofrível e vexatória, que tem que ser feito uma vez ao mês. Eu sou do tipo que adoro minha pele macia e lisinha, mas quanto sofrimento para tanto, desde a minha adolescência.
PAUSA
Como a maioria de vocês já sabem eu eu sou a caçulinha de 4 irmãos, aos 11 anos eu já era tia de dois, filhos dos meus irmãos mais velhos que já estão com mais de 50 anos, e minha irmã que é mais próxima a mim tem 9 anos a mais que eu, por is…

TONTA

Imagem
Descobri algo, eu sou a TONTA clássica! Não vocês não estão entendendo, sou um clássico mesmo, deveriam me usar como exemplo, ou como estudo...mas aí eu me tornaria um rato de laboratório, e isso não, eu sou uma tonta e não abro mão da minha condição de tonta-mor.

Será que o fato de eu amar tanto tem a ver com o meu nome??? Só pode ser, a pessoa não se chama L'Amour impunimente.

Eu ouso!

Imagem
Ouse!
O passo a mais que, longe, muito longe, damos a cada caminhada é o que nos coloca mais próximos de tudo o que ainda podemos ser.
A tentativa além, um pouco mais além, de todas as que já fizemos é a que mais claramente revela do que somos capazes e até onde poderemos chegar.
Quantos de nós nos entregamos antes mesmo de tentar.
Pela simples dificuldade de perceber que é possível ultrapassar o limite do círculo que em torno de nós e ao longo da vida traçamos.
Quantas vezes estivemos na iminência de girar a maçaneta da porta que nos levaria da escuridão à claridade e não o fizemos, simplesmente por não aceitar o impulso livre, soberano e intuitivo que conduzia nossas mãos a girar.
Por não crer na liberdade, nos impulsos da alma e na própria intuição.
Quantas vezes hoje você ouviu seu coração?
Sem temer, sem limitar, sem pré-conceber, sem pré-julgar, sem se prender, deixando-se levar pelo prazer de descobrir, correr riscos e realizar.
Pobre de quem póe a nuvem do medo diante dos olhos.
Que pre…

PERDIDA

E ontem foi o último episódio de Lost, série que eu sempre gostei, desde a primeira temporada e que continuei gostando até o fim, não nego que das 2h30 de duração do episódio final eu chorei pelo menos a 1h30 final...mas o problema não é este, o problema é que nunca mais consegui parar de chorar e nem dormir...simplesmente me sinto mais perdida que todos os personagens da série juntos.

Lost

Imagem
Apesar de preferir sempre um bom livro, eu também gosto muito de filmes e de ver televisão, hoje em dia são poucas as coisas que vejo, o CQC nas segundas à noite, estou assistindo a novela nova Passione, para mim só não ser uma novela de Manoel Carlos já estamos todos no lucro, perdão, mas eu não gosto das novelas deste autor. Mas o que eu gosto mesmo são dos seriados, para não ficar louca, alucinada eu vejo apenas alguns.

Hoje vou ver o último episódio de um dos meus seriados preferidos dos últimos anos, são 6 anos assistindo Lost...e o mais interessante, sem entender nada, acho que é isso que me pega, eu gosto de coisas complicadas, nada muito fácil, e Lost tem mistérios na medida certa, e quando termina um episódio deixa você estatelado na frente da TV pensando o que foi aquilo...será que eu entendi mesmo? Tenho que ver novamente a temporada passada, e tal.
Resumindo, eu decididamente vou sentir falta de Lost, ainda bem que agora em junho começa a terceira temporada de True Blood, e …

Fim de Semana Normal

Hoje domingão,21h40 e eu tomadinha banho, cheirosinha, já de camisola, mas antes de ler o livro que eu comprei na sexta-feira quando estive lá na Cultura...sim estive lá mesmo, resolvi vir aqui contar o fim de semana.

Na sexta-feira fui até a Livraria Cultura atrás de um livro, mas como ele só tinha na editora e só chega no prazo de 15 dias, não iria ficar sem tero que ler, né? Comprei outro e já já termino de ler, é da Meg Cabot e se chama "Ela foi até o fim", super divertido, romance, claro, e ainda esta semana venho aqui falar sobre ele. Depois do livro tomei um chopp com minha amiga que afinal de contas era sexta-feira e ninguém é de ferro, e depois casa, direto e reto. Já percebi que estou cada vez mais preguiçosa para sair.

E sábado é dia de que? Hã? Isso mesmo dia internacional da faxina, porque eu posso não cozinhar lhufas, mas, gosto de uma casa limpinha, cheirosa e arrumada. À tarde fiquei atracada com o livro (quando eu gosto sou assim...não largo), e à noite fui …

Descobertas e cenas

Das descobertas:

Recentemente descobri que eu pareço comigo, não, não enlouqueci de vez, calma que já explico, eu sou igualzinha a mim mesma em fotos, sabe aquele tipo que você pode me encontrar lá na Malásia, olhar para mim e dizer: "Jan, tás fazendo o que que por aqui?", mesmo sem nunca ter me visto pessoalmente? Pois sou eu.

Mas, também descobri que por fotos pareço ser alta, lamento decepcioná-los, mas não sou alta, tenho 1,62 (3) e só!

Estou realmenete magra, admito, não ligo muito, mas estou chateada é que agora só tenho uma calça jeans que sirva, a outra fica caindo (merda ao cubo)

Das cenas:

Cena 1:

Com Marlene e Maria no carro, tocando uma música antiga que eu nunca tinha ouvido, e nós três aos gritos cantando o refrão: "as dunaaaaaaaaaaasssss", nesta empolgação passamos em frente a casa onde o escritor Camilo Castelo Branco se matou, e Marlene esqueceu de me mostrar.

Pausa
Ele ficou conhecido aqui no Brasil através do livro Amor de Perdição, e segundo Marlene eu …

Da série Confissões - Volume III

Imagem
Não sou Santo Agostinho,mas de vez em quando gosto de fazer minhas confissões...então lá vai: Confesso que:
1. Sou muto ciumenta,mas em 99% dos casos o objeto do meu ciúme não percebe, a não ser que eu conte;
2. Não penso com o cérebro, penso com o coração, isso me faz sofrer, mas eu me recuso a mudar, meu coração é o meu guia;
3. Confesso que apesar de não comer nenhum crustáceo e peixe muito menos, já comi os dois só para não fazer desfeita;
4. Sou muto boa (em todos os sentidos, que isso fique claro) em ajudar a todos, só não sou boa em ajudar a mim mesma e que devia mais era ter cursado psicologia;
5. Tenho uma preguiça monstra em fazer algumas coisas e uma disposição invejável em fazer outras;
6. Que quando estou em meu modo adolescente on (da hora que acordo a hora que vou dormir) sou completamente fissurada na Twilight Saga e apaixonada pelo vampiro Edward Cullen, mas acho pouco o que ele sofre em Eclipse, por tudo que ele fez Bella sofrer em Lua Nova;
7. Sou muito mimada, gosto de ser…

Perdidamente

E eu finalmente tive tempo de ver o dvd do cantor português Luis Represas, que por muitos anos foi vocalista do Grupo Trovante, que de vez em quando se reune e faz uma apresentação para alegria dos fã, como no próximo fim de semana, no Rock in Rio Lisboa.

Na segunda-feira(03/05) à noite, saí de Belém alegre, saltitante e serelepe peguei o autocarro, depois o metro e atravessei a cidade rumo ao Parque das Nações, destino Centro Comercial Vasco da Gama, eu e um centro comercial é sempre uma combinação explosiva...Fui direto e reto para a FNAC, e lá chegando para os dvd's, passei por Lua Nova como se não fosse comigo, até porque o preço estava proibitivo para quem ganha em reais, e perguntei onde encontrava dvd's de música portuguesa, quando cheguei estava justamente tocando "Perdidamente", o lindo poema de Florbela Espanca, que o Trovante/Luis Represas canta como ninguém, não pensei meio milésimo de segundo, fui lá e comprei... quem foi mesmo o filho da mãe que inventou…

Scusa ma ti chiamo amore

Imagem
Terminei de ler o livro, "Desculpa se te chamo amor", do italiano Federico Moccia. E já vou falar do livro, e do filme. Sim por uma dessas coincidências, sábado eu vi o filme dirigido pelo próprio Federico Moccia baseado no livro, em português ficou com o título pouquíssimo estimulante de "Lição de Amor", eu quase não o assisto porque achei que era um daqueles dramalhões baseados na vida real de um professor norte-americano... sério gente! Mas minha amiga disse, é um romance e com aquele ator Raoul Bova (e eu, mas era só o que me faltva, o irmão de Fidel Castro faz filmes???), sim porque a louca aqui achava que o único Raul que conhecia era o Castro, big mistake, este Raoul Bova é um gostoso iltaliano que no que dependesse de mim só entrando em cena e respirando já me faria ficar uma hora em pé, aplaudindo (tudo bem exagerei, só ficaria 57 minutos, nem um a mais...e sentada). Vou logo avisando que vou contar o final do livro, então quem não quiser saber simplesment…

Diversos

Imagem
E ontem foi dia de Nossa Senhora de Fátima, e vocês devem estar pensando, de onde me vem está louca dizer algo que todo mundo já está careca de saber, calma que explico, seus apressadinhos. Hoje faz exatamente uma semana que eu estive em Fátima, sim finalmente, na minha terceira visita a Portugal, deixei de ser uma católica fuleira e fui ao Santuário. E foi lindo, e eu consegui assistir a uma missa na Catedral, rezar o terço na Capelinha das Aparições, e acender 10 velas, das grandes, enfim num único dia fiz tudo que tinha direito!!! Fiz mais até que em minhas duas visitas ao Santuário Nacional de Aparecida, em São Paulo.
E ontem foi missa, claro, e depois adoração, e eu cheguei em casa às 22h, cansada, mas feliz. Esta fitinha azul é porque eu agora faço parte do grupo de orações Peregrinas de Fátima.
***************************************************************************** E este é o meu Galo de Barcelos, português até a medula, que ganhei de amigos muito, muito, muito queridos port…

Saudades...

Imagem
Esta palavra que só existe no vocabulário galego-português, que vem do latim soletade, e que é um misto de nostalgia e suavidade, poesia e angústia, pode designar a falta de muitas coisas.

Hoje, é a falta do seu toque. A falta do seu olhar. Do sabor dos seus beijos. Do seu sorriso. De quando você desafina ao cantar, mas eu vou querer sempre ouvir. Saudades até mesmo de ouvir o que não gostaria de ouvir, saudades de ouvir você, pura e simplesmente. Enfim saudades...porque hoje eu sou metade saudade e a outra metade...amor.

Sabem aqueles dias em que o coração fica bem apertadinho de saudades? Pois é, eu hoje estou assim. Beijos e bênçãos para todos vocês.

Voltei

mas neste post não vou falar da viagem, só no próximo, que voltei hoje ao trabalho e quando eu digo trabalho leia-se lerê de Isaura. Deixo o link para as fotos: http://www.flickr.com/photos/janlamour/sets/72157624027404890/

Mas tinha que vir aqui colocar uma frase que uma amiga me disse ontem à noite e que eu achei no mínimo sábia:

"... obrigar a sair da zona de conforto, porque é mais fácil sofrer por coisas antigas do que perceber que as coisas novas valem bem mais a pena"

E com esta frase me despeço, mas prometo, voltar com calma para falar com vocês.
Deus abençoe a todos, beijinhos e saudades.

Deixo vocês com esta linda canção do Djavan- Nem Um Dia: http://www.youtube.com/watch?v=j4ur6_lABdY

Um dia frio, um bom lugar pra ler um livro
E o pensamento lá em você, eu sem você não vivo
Um dia triste, toda fragilidade incide
E o pensamento lá em você
E tudo me divide
Longe da felicidade e todas as suas cores
Te desejo como ao ar
Mais que tudo
És manhã na natureza das cores
Mesmo por toda riq…

Amar, Rezar, Comer

Imagem
Acabei de ler o livro Comer, Rezar, Amar, de Elizabeth Gilbert, e como prometi aqui estou aqui para comentar, primeiro dizer mais uma vez que o livro apesar de antigo não havia me despertado a vontade de ler porque eu sempre o via como um livro de auto-ajuda, e eu detesto livro de auto-ajuda. Masssssss, sempre tem um mas, este livro caiu nas minhas mãos e também nas minhas graças. Não, não é um livro de auto-ajuda, é um livro escrito por uma mulher, a jornalista norte-americana Liz Gilbert, e que na verdade poderia ter sido escrito por mim, tantas semelhanças temos, exceto pelo fato de ela ser loira e alta.
"Mas sou inteiramente tragada pela pessoa que amo. Se eu amo você, eu lhe dou tudo que tenho. Dou-lhe o meu tempo, a minha dedicação, a minha bunda, o meu dinheiro, a minha família, o meu cachorro, o dinheiro do meu cachorro, o tempo do meu cachorro..." e por aí vai, não este texto não é meu, até porque todo mundo sabe que eu não tenho cachorro...ele está logo no começo do…