31 de agosto de 2009

Mi sangre

Eu sou doadora de sangue desde 1900 e bolinhas, sempre vou ao Hemope, doar, so que também sou hipotensa, ou seja minha pressão arteria normalmente não passa de 10 X 6...logo é uma novela para eu poder doar, hoje cedo foi uma dessas idas frustradas...minha pressão estava 9 X 5.7, é mole?!

Não, eu não sinto nada, tudo bem que tenho muito facilidade para desmaiar, faço o modelo Dama Das Camélias... Oh, Armand... rsrsrs, já desmaiei em pleno Galo da Madrugada...duas vezes e acordei com um pedaço de queijo coalho na boca, minha irmã praticamente empurrando o queijo minha goela abaixo, e meu ex me segurando, pense numa coisa pouco glamourosa...

Eu sempre fico frustrada quando não posso doar sangue, mas hoje em especial fiquei ainda mais porque é para uma amiga minha que realmente precisa. Por isso faço aqui dois pedidos, quem puder doe sangue independente de para quem seja, realmente você pode salvar vidas e o segundo é quem estiver apto para doar e morar aqui em Recife, se puder procure o HIENE e doe sangue em nome de Kátia Marcelina de Souza, ela está no Hospital Unimed II. Muito obrigada.

Super beijo e ótima semana.

28 de agosto de 2009

Promessa é dívida...

E cara de pau é comigo. Como disse um dos vídeos da minha dança com o garçon, e nem se animem que só vai ficar neste mesmo.

Beijos e bom fim de semana meu povo! E não precisa ninguém dizer que eu sei que sou absurda =).



26 de agosto de 2009

Pratos ou Cravos? Eis a questão.


Ainda sobre a série, "Sim, eu amo a Grécia". A minha querida Zany perguntou sobre o costume grego de quebrar pratos, se é verdade, e porquê o fazem. Sim amiga eles quebram pratos, hoje em dia bem menos, virou mais uma coisa turística, e só quebram pratos de gesso, porque anteriormente os de porcelana acabavam cortando os dançarinos.

O ato de quebrar pratos é uma forma de expressar o seu contentamento com a dança, e agora eles fazem isso só que de uma forma mais suave, jogando cravos (as flores) nos dançarinos, e isso é muito legal. Estive em uma típica e pouco turística taverna grega, no bairro boêmio do Psiri, em Atenas, com dois amigos gregos Yorgos e Lefteris (foto 1). A música era ao vivo e lá para as tantas dois senhores (foto 2) se levantaram e deram um show, eu claro fiquei sentandinha assistindo, até porque depois duas mulheres lindas começaram a dançar também e eu não iria fazer o papel da gringa sem noção, né?! E aí depois de um tempo um garçon chegou e colocou um punhado de cravos nas mesas deles e eles começaram a jogar sobre os dançarinos...devo confessar que nesta hora quase levantei para dançar...

Mas, me recuperei do surto a tempo. E além do mais eu já tinha bebido muito vinho branco grego, quem forlá não deixe de provar, é uma delícia, principalmente o feito em Santorini.

Mas, quando estava em Paris fui a um restaurante grego no Quartier Latin, o "Les Argonautes" e ali sim, era uma quebradeira de pratos sem fim, garçons gregos super divertidos, e sim eu levantei e dancei com um deles, que por uma incrível coincidência se chamava Yorgos (foto3). Prometo que vou catar o vídeo e colocar aqui para vocês verem, tá bom?

Αχ Ελλάδα σ' αγαπώ...


Foto 1: com Yorgos, Lefteris e Cris.
Foto2: dois gregos típicos dançando.
Foto3: uma turista brasileira e um garçom grego danaçando em Paris (viva a globalização e a minha cara de pau).



25 de agosto de 2009

É isso aí...Óνειρο ζω


Eu sei que vocês não entendera nada, mas calma que eu explico. Ontem estava vendo os incêndios nos arredores de Atenas e Maratona, e além do fato de ficar arrasada, fiquei foi doida para ir a voando, nadando (sendo que não sei nadar), remando (quem, eu???), enfim chegar de alguma forma lá na minha amada Grécia...mas eu não tenho dinheiro nem para ir em Buenos Aires, e não estou me referindo a capital da Argentina, mas sim uma cidade a menos de uma hora de Recife, vizinha ao município de Carpina...pois é nós temos nossa "personal" Buenos Aires, tá?

E aí o que eu faço quando estou azul de saudades da Grécia? Vejo fotos, dvds e principalmente ouço músicas gregas, e o meu cantor grego favorito é o Mixalis Hatziannis, e uma das músicas dele que eu mais gosto é justamente Óνειρο ζω, que queri dizer Vivo um Sonho. Agora que consegui explicar a vocês o título do post, vamos a letra da música e sua tradução. E tenham em mente que ela é bem dançante.

Να'μαι στα σύννεφα ψηλά (quero estar nas nuvens, alto)
μ'ένα τηλέφωνο αγκαλιά (com um telefone em meus braços)
όπως οι φλέβες δυνατά (fortemente, assim como as veias)
τ' ακούω πάλι να χτυπά (para escutá-lo tocar alto)
Υποχρεώσεις και δουλειά (obrigações e trabalho)
μου κλέβουν κάτι απ' τη χαρά (me roubam algo de felicidade)
Είναι πληγή να σ' αγαπώ (é uma dor amar você)
όταν μου είσαι μακριά (quando você está longe)
Μόνο αν είσαι εσύ, εγώ απαντώ... (só se for você eu atenderei)

Μη, δεν είμαι εδώ, όνειρο ζω (Não, não estou aqui, vivo um sonho)
και μη με ξυπνάτε τώρα (e não me acorde agora)
Μη, για ό,τι καλό ή ό,τι κακό (Não, por nada, bom, ou mal)
τα λέμε άλλη ώρα... (podemos falar sobre isso em outra hora)
Μη, είμαι αλλού σ' άλλη τροχιά, (Não, estou em outro lugar, em outra órbita)
σ' άλλη γη, σ' άλλη χώρα (em outra terra, em outro país)
Μη, δεν είμαι εδώ, όνειρο ζω, (Não, não estou aqui, vivo um sonho)
μη με ξυπνάτε τώρα... (e não me acorde agora)

Να ονειρεύομαι γλυκά (quero sonhar agradavelmente)
μ' ένα τηλέφωνο αγκαλιά (com um telefone em meus braços)
όπως οι φλέβες δυνατά (fortemente, assim como as veias)
τ' ακούω πάλι να χτυπά (eu o escuto tocar de novo)
Και μόνο αν είσαι εσύ, εγώ απαντώ... ( e só se for você, eu atenderei)


Filakia polla

24 de agosto de 2009

Várias horas, em vários museus!


Eu devo dizer que não posso ver um museu que vou logo entrando. Os daqui de Recife conheço todos, e só o Museu do Homem do Nordeste já estive no mínimo umas 5 vezes.

Quando viajei para fora de Pernambuco a primeira vez, fui ao museu com obras de Aleijadinho, em Ouro Preto (que já é um museu a céu aberto), claro que em São Paulo já estive no Masp, na Pinacoteca e na Oca, além do Museu da Língua Portuguesa, quero voltar lá para ver o Museu do Futebol.

A primeira vez que saí da país fui a dois museus: o do Mosteiro do Jerônimos, em Lisboa, e o Reina Sofia, em Madrid. Quando vi Guernica chorei, chorei, para uma pessoa que admira Picasso ver aquela imensidão impactante a primeira vez é muito emocionante, e principalmente eu que achava que nunca veria a obra "de pertinho".

A segunda vez fui ao Museo Nacional del Prado, entrei pela manhã e saí de 4 horas da tarde, e porque lembrei que não tinha almoçado. Sureti vendo as obras de Velasquez, de Goya, A maja vestida e A maja desnuda, lado a lado na mesma parede. Depois estive no Museo Vaticano e Capela Sistinha, não precisa dizer que já estava surtada só por estar no Vaticano, e por fim na Galeria Uffizi, em Florença, um dia inteiro dentro dela. Lembro que depois desta viagem achei que tinha sofrido uma overdose de museus e que nunca mais poria os pés em outro.

Eu estava era me enganando, não bastasse as cidades museu a céu aberto como Atenas e Praga, eu ainda entrei no Louvre, mas demorei pouco e não, não vi graça na Monalisa, e o D'Orsay, para mim muito melhor que o Louvre, com obras maravilhosas de Van Gogh, Renoir, Monet, Manet, Camille Claudel.
Não me arrependo das horas que fiquei passei dentro desses museus, fizeram muito bem para a minha alma, e principalmente os de longe acho que curti o melhor possível, sei lá se um dia voltarei as cidades que visitei, no atual liseu, acho pouco provável, então pelo sim pelo não, eu aproveitei tudo que tinha direito de cada um deles, vi minhas obras preferidas, vi o belo.

Bem este post super longo é para dizer que para os amantes de museus como eu que queiram matar saudades ou conhecer alguns desses museus, sem gastar nada é só clicar neste site: http://prague.arounder.com/city_tour/CZ000010860.html, você pode visitar lugares mágicos como a Karluv Most, de Praga, ou alguns dos Museus mais famosos do mundo, embarquem nesta viagem.
Beijos
Foto: eu toda Sissi, no D'Orsay

21 de agosto de 2009

Livro e Liso


Não, eu não errei na grafia, é livro e liso mesmo, como vocês leram, tudo bem, para ser mais sincera deveria ter colocado: Livro, liso e lisa, mas já basta de humilhação pública, todo o mundo está careca de saber que eu sou lisa mesmo!!!


Parte 1: Livro
Estive na Cultura, tudo bem sei que isso não soa muito auspicioso, a não ser para os donos da livraria, e comprei um livro básico, leitura leve e que eu estou gostando muito por retratar a amizade de "3 melhores amigas", é um pouco Sex and The City. A autora é a mesma que escreveu O Diabo Veste Prada, o livro é "À Caça de Harry Winston", de Lauren Weisberger(imagem) e a sugestão veio da minha amiga Cam.


Mas, como uma menina bem comportada que sou, tudo bem nada de menina, e razoavelmente bem comportada que sou, saí correndo de lá para não cair em tentação e comprar outro(s) livro(s), se é que vocês me entendem?!
Parte2: Liso
Ontem, durante um surto psicótico, e convencida pelas palavras mágicas da minha irmã: "é de graça", dei uma escova progressiva, o produto só foi aplicado mais na raiz, e depois de ter minha cabeça quase arrancada durante as duas escovações...será que a escovista estava tentando me fazer pegar no tranco???... saí de lá melhor da gripe e com o cabelo sem dar uma volta...não vejo a hora de lavar para ele parar de me dar susto!!!
Parte3: Lisa

Não resisti, eu sou lisa mesmo, gasto o que não devo com livros, e aí no mesmo dia vou dar uma escova progressiva que nem estava nos meus planos por ser "grátis"...é ou não é coisa de uma lisa???

Beijos e ótimo fim de semana.


19 de agosto de 2009

Sonhos

Este post foi publicado originalmente no dia 25/10/06, e eu estou re-publicando por causa da história do sofá ;-):







Cyn me convidou a contar aqui sobre meu sonho, ou sonhos e um convite da minha amiga Cyn para mim é um prazer!!!

Devo começar desde a infância...quando eu era pequena meu sonho era ter um sofá em casa, eu ficava vendo aquelas casa espetaculares das novelas e pensando: eu um dia hei de ter um sofá...lembro que o primeiro sofá lá de casa chegou em um dia 21 de dezembro, meu aniversário, pensem na minha alegria, eu não queria sair do sofá, sei lá estava me sentindo a própria!

Também na infância eu sonhava em crescer e ter o cabelo grande, liso e loiro (!), o meu cabelo é grande, cacheado e de várias cores, dependendo de cor eu cismei de pintar ;). Ainda na infância sempre pensei que no ano 2000 estaria casada e com filhos, o ano 2000 por si só já tinha uma coisa de irreal, e acabou sendo uma grande decepção para mim, foi o ano no qual eu perdi meu pai, e até hoje não casei e nem tenho filhos.O sonho de casar segue firme e forte, já o de ter filhos não, acho que meu dead line está se aproximando, eu não sei se quero ter filhos após os 35 anos...mas enfim isso é papo para outro post.

Ainda criança eu queria conhecer a Grécia, e esse que eu achava ser o mais impossível dos meus sonhos, afinal com que dinheiro eu chegaria lá, eu com a graça de Deus consegui realizar este ano, e foi muito melhor do que em meus mais loucos sonhos.Por falta de grana eu também tinha muita vontade de ter bichinhos de pelúcia, sonho mais que realizado pela minha família e amigos que me mimam ;).

Na adolescência eu sonhava em me formar na Federal e trabalhar com rádio e TV, consegui ao menos um pedaço desse sonho, a graduação foi na Federal, eu já trabalhei com rádio e com TV, mas no momento estou muito distante da minha área, mas gosto também de poder trabalhar com inclusão digital.Também nesta fase da minha vida eu queria receber flores, vixe, achava a coisa mais linda do mundo receber flores, sonho realizado também, já recebi flores lindassssssssss :).

Continuo sendo muito sonhadora, acho que meu maior sonho é encontrar e viver um grande amor, que seja recíproco, que a pessoa, não deixe de me amar ou sei lá o que, não surte, enfim essas coisas que sempre me acontecem...hehehehehe. Acho que nunca vou deixar de ter sonhos, graças a Deus, acho que uma vida sem sonhos perde muito da sua graça, basta ver essa frase de D. Hélder, aí ao lado, no meu perfil.Meu sonho para o momento é principalmente que todos tenham o direito de sonhar sempre, porque como dizia o Dom da Paz: "Sonho que se sonha só é apenas um sonho, sonho que se sonha junto é realidade".

Imagem: O Sonho, de Pablo Picasso (outro sonho realizado, ver Guernica...chorei tanto que vocês não têm noção)

17 de agosto de 2009

Achtung Baby!

Oi meu povo, estou resfriada, mas nada de gripe suina, é gripe normal de mudança climática doida: trocentos banhos de chuva, e a nefasta combinação ar condicionado, sol de rachar!

Primeiro e antes de mais nada quero lhes contar que a CEF na sexta-feira às 17h15 depositou o dinheiro da minha tia, e o super atencioso gerente da Ag. Boa Vista, o Adonis, que desde o primeiro dia me tratou super bem ligou para me avisar. Enfim devo agradecer mais uma vez ao Adonis, muito obrigada.

E sem sair do tema quero deixar um recedo para o querido "anônimo" que entrou aqui e comentou sobre o meu comentário a respeito da incompetência generalizada que abunda em Brasília. Primeiro e antes de mais nada caro anônimo não quis desmerecer Brasília nem tão pouco o povo brasiliense, mas como capital política do Brasil os políticos de todos os estados da nossa Nação que estão lá representando (ou ao menos deveriam estar) o povo. Tenho amigos muito queridos em Brasília e tenho certeza que eles entenderam o minha ironia. Espero também que você não tenha querido ofender todos os nordestinos nos chamando de burros, porque eu não vejo aí uma ironia, mas sim uma ofensa, não somos os únicos que colocamos as pessoas que estão no poder, apesar de você só ter citado políticos nordestinos, ambos sabemos que o NE não é responsável por Brasília (do ponto de vista político) ser o que é, então não vou encarar o seu comentário com preconceituoso, ok? Mas, da próxima vez pode se identificar que eu não mordo!

No mais amig@s este fim de semana foi meio corrido, por isso não postei no blog, só no Twitter, até porque vício é vício. Sábado enfim o sofá lá de casa chegou (eu tenho fixação por sofás, quem lê o Koukla há tempos sabe o porquê), ontem fui visitar meu tio que está hospitalizado para fazer um catetrismo, depois fui almoçar no restaurante mais rubro-negro da cidade, eu como alvirrubra fiquei lá quietinha na minha, claro. À tarde fui alegre, saltirante e serelepe para a posse do novo arcebispo de Olinda e Recife: D. Fernando Saburido, vocês não imaginam como estou feliz com a escolha de D. Fernando como nosso arcebispo, cheguei em casa quase às 22h e só fiz correr para ver True Blood...resumo da ópera fui dormir tarde, dormi mal com a garganta doendo e hoje estou aqui com cara de "transontonte" trabalhando...acho que nem vou para a aulinha básica de sapateado...

Beijos mil e uma ótima semana para vocês.
Foto1: O sofá
Foto2 : No final da missa de D. Fernando Saburido no Marco Zero.
Mais fotos novas é só entrar no Flickr, aí ao lado ;-).

14 de agosto de 2009

Pedras Portuguesas

Todo mundo está careca de saber do meu amor por Portugal, em especial Lisboa e Sintra, mas, devo dizer que tem uma coisa que nós aqui em Recife herdamos deles que eu realmente acho muito charmoso, mas para lá de incoveniente: as pedrinhas portuguesas.

Aqui em Recife, no centro da cidade, 80% das calçadas são de pedras portuguesas. Eu passei 7 anos trabalhando no Bairro do Recife (foto 1) e agora trabalho na Rua da Aurora (foto 2), ou seja, sempre fui uma ilha cercada de pedras portuguesas por todos os lados.

O problema é a incompatibilidade entre saltos e as ditas pedrinhas, e devo dizer que queixas deste tipo não são apenas minhas...uma vez no Bairro do Recife, eu fui e minha sandália ficou...um mico. Mas mico mesmo pagou minha amada amiga portuguesa, Maria José. Certo dia ela estava no Terreiro do Paço (saudades), e quando atravessou na direção da Rua Augusta, sua sandália novinha em flha ficou. Detalhe, estava vindo um bonde, e ela lá, ajoelhada e tentando com todas as forças desenganchar a sandália das pedras. Resumo da Ópera, até o condutor do bonde desceu e finalmente conseguiu soltar a sandália sem muitos danos. Maria morta de vergonha, todo mundo rindo da situação e ela, uma legítima portuguesa xingando tal e qual esta que vos escreve, as lindas pedrinhas!

Beijos mil e bom fim de semana!
Fotos: fonte Google Imagens

13 de agosto de 2009

Minha Odisséia com a CEF

Sim, é isto mesmo que você leu no título, há exatamente uma semana eu estou vivendo uma relação de ódio e ódio com a supracitada Caixa Econômica Federal.

Vamos aos fatos como eles se deram:
Dia 05/08 fui alegre, saltitante e serelepe almoçar no Shopping Boa Vista e retirar a aposentadoria da minha tia de 83 anos. Decidi sacar logo o dinheiro e depois ir almoçar (grande erro). O cash automático quebrou e o dinheiro dela não me foi entregue, mas saiu da conta...passei 1h30min tentando me fazer entender por algum atendente da CEF por telefone, mas parece que o treinamento deles é muito pior que o imaginado. Após 40 minutos ao telefone consegui abrir uma ocorrência e devo avisá-los, não serve para nada.
Caindo de fome, isso já eram umas 15h30 fui à agência mais próxima e lá me disseram que não me preocupasse que o dinheiro seria creditado em no máximo 48 horas. Consegui finalmente almoçar às 16h.

Muitas águas e idas até a Caixa rolaram...

Mas hoje, dia 13/08 o dinheiro ainda não foi depositado e não há previsão, é mole? Já xinguei a CEF de tudo, porque vai ser incompetente assim lá em Brasília (ops, perdão pela redundância), enfim estou indo agora até o Banco Central fazer uma reclamação formal contra a #$@&%* da Caixa Econômica Federal e ficar na torcida para que depositem o dinheiro da minha tia, que além de ter 83 anos só recebe um salário mínimo, e mesmo sendo esta fortuna eles não se dignam a fazer o papel deles que é devolver o dinheiro... Ai que raiva!!!!

Beijos e espero sobreviver e amanhã postar algo mais animado.

***********************************************************************************

Up date:
1.Fui ao Banco Central e fiz a reclamação, fiquei mais animada.
2. Conselho: se você tiver que andar muito pelo centro da cidade de Recife, não use salto alto, lembre-se das pedras portuguesas!

12 de agosto de 2009

Diego Torres



Estou cansada, com um monte de coisas para fazer, muuuito sono e morrendo de preguiça...Isto quer dizer: nada de post, mas, como vício é vício, vou colocar aqui uma música que amo, mas só a letra porque estou sem tempo para baixar o vídeo: www.youtube.com/watch?v=D-UEJViHiLs), do Diego Torres (pense num argentino arretado), para animar o dia e ver se eu acordo e fico cantando...até porque mais tarde tem sapateado.





Beijocas.






Usted fue siempre así, tan temperamental
Usted me ha dicho tantas cosas que jamás podré olvidar
Usted me hizo a mí pensar, aunque sea tarde ya lo sé
Le agradezco que haya sido todo lo que fue.
Porque usted me hizo enfrentar con lo peor de mí
Y en mi lado mas oscuro me descubrí
No olvide que la espero
No espere que la olvide
Si por usted me muero, me muero cuando ríe corazón
No olvide que la quiero
No quiera que la olvide
Si cada vez que puedo me pierdo en el sonido de su voz
Porque algo en mí cambió
Porque algo en mí sembró
Porque usted ha domado lo que nadie en mí domó.
Pero no quiero yo jurar
No quiero prometer
Sólo míreme a los ojos y averigüe si cambié
Yo no la quiero convencer
Ni la quiero impresionar
Sólo présteme una tarde y le regalo mi verdad.
Porque usted me hizo enfrentar con lo peor de mí
Y en mi lado más oscuro me descubrí
No olvide que la espero
No espere que la olvide
Si por usted me muero, me muero cuando ríe corazón
No olvide que la quiero
No quiera que la olvide
Si cada vez que puedo me pierdo en el sonido de su voz
Porque algo en mí cambió
Porque algo en mí sembró
Porque usted ha domado lo que nadie en mí domó.
Usted fue siempre así tan temperamental
Usted robó mi alma y no la trajo nunca más
Usted siempre fue así y ya no va a cambiar
Si yo le di mi vida ya no pida que yo cambie, yo no cambio más.
No olvide que la espero
No espere que la olvide
Si por usted me muero, me muero cuando ríe corazón
No olvide que la quiero
No quiera que la olvide si cada vez que puedo me pierdo en el sonido de su voz
Porque algo en mí cambió
Porque algo en mí sembró
Porque usted ha domado lo que nadie en mí domó.
Porque a partir de hoy
No es el mismo el corazón
Porque usted ha domado lo que nadie en mí domó...

10 de agosto de 2009

Cinderela?! I don't think so...



X







Aqui está a prova cabal:
Na foto um com minhas indefectíveis luvinha amarelas - vestida para faxinar.
Na foto dois toda Sissi - vestida para sair.

Para quem duvidava da minha capacidade faxinística ;-).

Fim de semana legal, na sexta à noite fui ao Café Porteño, matar um pouco de saudades de Buenos Aires, no sábado (pós-faxina) só fiz ler, já estou no tereceiro livro As Brumas de Avalon. Domingo pela manhã, fui dar um jeitinho nas unhas, à tarde com minha irmã levar flores ao túmulo do nosso pai, e à noite missa, finalmente a igreja re-abriu e está linda!

Depois, Truel Blood: Bite me Vampire Bill...or Eric...tanto faz.

Beijos mil e boa semana.

7 de agosto de 2009

MEME


A Ciça não passou para ninguém este meme, mas eu respondi assim mesmo :).

Beijos e bom fim de semana para vocês.


1- Mania:
Bolsas, arrumar tapetes e quadros tortos (mas acho que isso já é TOC)

2- Pecado Capital:
Gula

3- Melhor cheiro do mundo:
Nenhum específico, mas àqueles que me recordam bons momentos e pessoas ou lugares que amo.

4- Se dinheiro não fosse problema eu faria:
O que pudesse para ajudar pessoas que precisam e viajaria muitoooooooo.

5-Casos de Infância:
O meu amiguinho Alexandro que fazia a mãe comprar rosas e me dava e ainda fazia ela me levar para casa de carro, junto com a minha mãe, sempre que podia.

6-Habilidades como dona de casa:
Sou uma ótima faxineira, cozinheira medíocre, mas boa doceira.

7-O que não gosta de fazer em casa:
Cozinhar e tenho preguiça de faxinar, em algumas ocasiões.

8-Desabilidades como dona de casa:
Cozinhar, cortar coisas, a única coisa que eu corto bem é a minha própria mão.

9-Frase :
" O homem não morre quando deixa de viver, mas sim quando deixa de amar” Mário Quintana. (mas gosto de outras tantas).

10-Passeio para a alma:
Praia ou uma viagem para longe, um lugar mágico, tipo Santorini ou os Alpes :))).

11-Passeio para o corpo:
Qualquer lugar para bater perna e gastar, em qualquer lugar do mundo.

12-O que me irrita:
Injustiça

13-Frase ou palavra que falo muito:
Vote, oxe, eita... sou a rainha das expressões idiomáticas.

14-Palavrão mais usado:
Puta que pariu.

15-Desce do salto e sobe o morro quando:
Fico irritada por que estão me fazendo de doida/burra, sou dessas que dou um boi para não entrar em uma briga, e a boiada, fazenda, fazendeiro...para não sair.

16-Perfume que usa no momento:
J’Adore, da Dior. E para uma saída mais especial Classique, Jean Paul Gautier.

17-Elogio favorito:
Como você é inteligente!!!

18-Talento oculto:
Sei lá...eu até que canto direitinho, já fiz parte de coral e tudo.

19-Não importa que seja moda, não usaria nem no meu enterro:
Não importa a moda, e sim eu me sentir bem com a roupa, eu tenho um senso de ridículo muito aguçado.

20-Queria ter nascido sabendo:
Nadar.

21-Eu sou extremamente:
Compassiva. Sinto sempre muita compaixão pelos outros.

6 de agosto de 2009

Um dia de gato de rua.

Pensei em colocar o título do post um dia de cão, mas acho que alguns cachorros são muito bem tratados e que os gatinhos de rua são muito mais envenenados (isso me deixa puta), então título é uma homenagem aos gatinhos que não têm vida fácil.

Ontem foi um daqueles dias que eu podia muito bem não ter saído da cama, ou ao menos de casa. Cheguei no trabalho e não consegui trabalhar porque a internet ficou a maior parte do dia fora do ar, assim como o sistema no qual trabalho. No horário do almoço fui resolver um problema no banco que se estendeu depois de muita chateação e incompetência da Caixa Econômica Federal até umas 4h da tarde. Hora esta em que finalmente consegui almoçar.

Voltei ao trabalho e aí faltou energia...ou seja não fiz p**** nenhuma. Ao menos a aula de sapateado foi bem, mas eu peguei um trânsito que mais parecia o de São Paulo e levei 1h30 para chegar em casa, por fim quando eu desci estava chovendo, tipo re-edição do dilúvio e eu tomei meu quinto banho de chuva do ano, é mole?!

Mas hoje é um novo eu saí, com sombrinha, consegui trabalhar, tive um momento de tensão quando o Twitter passou quase toda a manhã fora do ar, mas agora ele voltou e tudo está bem. Ebaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.

E para os incautos e desavisados que aparecem por aqui, um pedido: votem no meu amado Michael Sheen paa melhor ator no Digital Spy Movie Awards no seguinte site: http://www.digitalspy.co.uk/movies/a166461/digital-spy-movie-awards-2009.html.

Minha gratidão eterna :))).

Eita o falei tanta besteira que o post ficou enorme, amanhã eu volto com um meme que a Ciça não passou, mas que eu vou fazer assim mesmo.

Um cheiro.

4 de agosto de 2009

Livros, livros e mais livros



Todos vocês sabem da minha paixão por livros, então vamos as últimas leituras:
Comprei e li o segundo livro da série de livros que deu origem a série de TV True Blood, desta vez finalmente chegou ao Brasil: Vampiros em Dallas, de Charlaine Harris, o primeiro é Morto até o Entardecer, e o terceiro sabe lá quando vai chegar aqui. O detalhe é que ela já publicou 9 livros, é mole? Só me digam porque este atraso para esses livros serem lançados aqui?!

O livro, eu amei, já tinha lido da internet, mas é muito melhor ler manuseando. O universo que ela cria é violento e tem um forte apelo sexual, e é super legal, a heroína: Sookie Stackhouse (que é humana, lembrem-se que o livro é sobre vampiros) tem um senso de humor ímpar.

Aproveitei também a promoção do Submarino e comprei os 4 livros que compõem As Brumas de Avalon, lembro que eu só li este livro uma vez, há 15, e que gostei bastante, então agora estou começando a re-leitura, e gostando novamente.

No mais uma amiga minha, destemida, chegou de Buenos Aires, e claro que eu pedi para ela comprar um filminho argentino básico para mim lá no Ateneo, eu amo os argentinos (sentido geral, não só os filmes), e acho o cinema nacional lá deles, muito bom, melhor que o nacional cá nosso, que está melhorando a olhos vistos, mas ainda está muito cheio de altos e baixos. Ah, e o filme que eu pedi desta vez foi o Nueve Reinas.

Claro que eu também aporveitei a passagem dela pelo Free Shop e a fiz umas encomendazinhas básicas, que eu prefiro não comentar, hehehehe.

No mais, fim de semana tranquilo, início de semana idem. A aula de sapatedao vai muito bem obrigada, exceto pelo fato que ontem eu descobrir que detesto fazer FLAP (um passo), mas que amo dançar o CHIM CHAN (uma coreografia), c'est la vie.

Beijos e ótima semana para todos.

B de Barcelona

Ramblas Só estive em Barcelona uma vez na vida, e foi justamento em 2002, no ano Gaudí! Ou seja, melhor impossível. Só lamento porque na...