Postagens

B de Barcelona

Imagem
Só estive em Barcelona uma vez na vida, e foi justamento em 2002, no ano Gaudí! Ou seja, melhor impossível. Só lamento porque na época ainda não tinha câmera digital e eu ainda não digitalizei todas as minhas fotos de lá.
Fui de trem de Madrid a Barcelona, o trem dava a opção de comprarmos leito e fui dormindo na minha caminha durante toda a viagem. Chegamos pela manhã na estação Barcelona Sants, de lá, acreditem se quiser eu peguei um catálogo e saí ligando para vários hostels e acertei em um chamado Rambla Catalunya, que como o próprio nome diz estava bem ali, no coração da cidade, vizinho a Plaza Catalunya e às famosas Ramblas. Como ainda era cedo, após chegarmos ao hotel deixamos nossa bagagem e fomos andar pela cidade. Seguimos pelas Ramblas até Port Vell, passamos pela primeira vez pelo Mercat de la Boqueria, aqui quero fazer um aviso, se você apaixonado por mercados, como é, o lugar é um sonho. Durante nossa estada fomos lá todos os dias. Vimos o monumento a Colón, mas neste d…

B de Belém do Pará

Imagem
"Oh lerê oh lará, carimbó, sirimbó é gostoso, é gostoso em Belém do Pará", claro que se vou falar de Belém tenho que começar cantando um carimbó, tomando açaí e olhando o rio ali do Ver-o-Peso. Estive em Belém quatro vezes, sempre a trabalho, mas isso não me impediu de em todo e qualquer momento possível descobrir as belezas da cidade. Um dos locais que valem muito conhecer, aqui no Brasil. Mas primeiro prepare-se para o calor e a chuva, lembre-se que você estará adentrando um clima equatorial. E o calor é brabo mesmo.
Mas, como eu já vivo em um lugar que tem dias parece a sucursal do inferno de tão quente, tirei Belém de letra. A terra das mangueiras é linda, e eu vou listar apenas o que pude conhecer, e que acho imperdível.
Comece pelo Centro Histórico, o Ver-o-Peso e as Docas, é tudo literalmente colado um ao outro e de uma tacada só a pessoa pode conhecer a bela Igreja da Sé, a Casa das Onze Janelas, comprar castanha-do-pará naquele precinho massa no Ver-o-Peso, além de…

A de Alemanha e Alpes

Esta viagem, com exceção da ida a Grécia, foi a minha viagem dos sonhos, antes de mais nada por ser inesperada, e principalmente por eu ter conhecido os Alpes, de moto. Mas calma que vou contar do começo.
Fui para Alemanha para conhecer um alemão, que havia feito o doutorado dele aqui no Brasil, logo fala português melhor que eu, e que é de esquerda. Nos conhecemos pela internet, se a gente se deu bem? A gente se deu maravilhosamente bem. O chocolate preferido dele também é o Sonho de Valsa. Enfim, eu estava apaixonada e me larguei para a Alemanha..
Claro que deixei gente aqui com endereço, telefone, foto dele. Fui também com endereço de hotel para ficar caso pessoalmente a gente não se desse tão bem quanto por telefone e internet. Cheguei em Frankfurt e do aeroporto mesmo já fizemos uma micro viagem. Sim, nos demos bem de cara, parecia que a gente tinha se visto no dia anterior.
Conheci já no dia que cheguei Köln e Möers, no dia seguinte voltamos para Karlsruhe, a linda cidade onde e…

A de Aparecida

Quem me conhece sabe que sou católica apostólica romana de carteirinha, e acho que este é um lugar que todo católico deveria conhecer. A primeira vez que fui à Aparecida foi em 2001, e quase sem querer. Eu estava no Rio de Janeiro e um amigo de São Paulo convenceu a mim e a minha amiga a pegarmos um ônibus só para sairmos à noite em Sampa. Esta história conto com mais detalhes depois. E quando estávamos bem distraídas, a minha amiga, que nem católica é, olhou pela janela e disse: "Jan, olha isso!" e aí quando olhei já fui vendo o Santuário Nacional de Aparecida, enquanto o ônibus seguia seu trajeto até Sampa.
Claro que no dia seguinte, voltando à tarde de Sampa para o Rio, fizemos uma parada básica e mega rápida em Aparecida. Foi literalmente só o tempo de corrermos da rodoviária para o Santuário, eu rezar, chorar, comprar umas trocentas imagens, parecia até que ia revender, e voltarmos correndo para a rodoviária, a tempo de pegar o último ônibus para o Rio.
Até que em 2008,…

A de Atenas

Desde de criança tenho esse amor inexplicável pela Grécia, acredito que na verdade isso venha da minha paixão pela História Antiga e a mitologia grega. Some-se a isso os romances açucarados da minha adolescência que não eram povoados por príncipes encantados, mas sim por deuses gregos. Quando aos quinze anos todo mundo sonha em ir para a Disney eu sonhava em ir para Atenas.
O sonho se realizou em 2006, passados quase vinte anos dos meus quinze. Viajei com duas amigas e a ida foi um tanto quanto tortuosa. Como não conhecíamos Paris decidimos que ela seria a porta de entrada e que na volta ficaríamos um tempo por lá.
Saímos em uma terça-feira, por volta das seis da manhã de Recife para São Paulo, pela antiga TAM, atual LATAM. Saímos de São Paulo por volta das 18h do mesmo dia rumo a Paris. Chegando em Paris o nosso voo para Atenas só sairia às 20h, então fomos aproveitar e conhecer a Torre Eiffel. Quando voltamos para o aeroporto, eu, a rainha da enxaqueca, já estava com uma se aproxima…

Sobre viagens

Decidi voltar a postar. bateu um banzo do blog, e pensei, por que não? Então como vocês sabem ou falo sobre livros ou viagens, decidi falar de cidades que conheci e me apaixonei, algumas se tornaram amor para toda a vida, outras já eram um amor de toda a vida, enfim. Vou postar por ordem alfabética. E a primeira será Atenas, meu caso de amor eterno, Passei só para avisar e dar uma renovada no visual do blog.
A partir de amanhã começarei a falar sobre as cidades que conheci. Não vou prometer uma postagem diária, não, isso seria um exagero. Mas farei postagens semanais.
Até lá.

Carnavais da minha vida

Imagem
Eu tinha no meu vasto currículo carnavalesco quatro anos como inesquecíveis. O ano de 1992, Galo da Madrugada e carnaval de Olinda maravilhosos, com minha amiga Viviane Exeni, 1993, primeiro carnaval em Salvador, e saindo no Camaleão, com Tell, Micha e Fabis. Depois de muitos anos voltei a ter uma carnaval inesquecível Galo da Madrugada e primeiro carnaval que passei todo no Recife Antigo, com Cris Guedes em 2001, e o de 2004, não pela festa, mas pela local, conheci o famoso e desanimado carnaval de Veneza, mas a cidade fez valer a pena eu ter perdido o carnaval de verdade, também com minha amiga Cris.
E aí este ano fui realizar um sonho e conhecer o carnaval do Rio de Janeiro. E lá fomos eu, Cris e Aldeny desfilar na Vila Isabel. Só pelo desfile na Sapucaí o carnaval já teria valido a pena, mas some-se a isso o lugar maravilhoso, os blocos de rua, a animação geral, e claro, o carnaval 2016 no Rio já entrou para o hall de um dos melhores da minha vida!