B de Barcelona

Ramblas
Só estive em Barcelona uma vez na vida, e foi justamento em 2002, no ano Gaudí! Ou seja, melhor impossível. Só lamento porque na época ainda não tinha câmera digital e eu ainda não digitalizei todas as minhas fotos de lá.
Fui de trem de Madrid a Barcelona, o trem dava a opção de comprarmos leito e fui dormindo na minha caminha durante toda a viagem. Chegamos pela manhã na estação Barcelona Sants, de lá, acreditem se quiser eu peguei um catálogo e saí ligando para vários hostels e acertei em um chamado Rambla Catalunya, que como o próprio nome diz estava bem ali, no coração da cidade, vizinho a Plaza Catalunya e às famosas Ramblas. Como ainda era cedo, após chegarmos ao hotel deixamos nossa bagagem e fomos andar pela cidade. Seguimos pelas Ramblas até Port Vell, passamos pela primeira vez pelo Mercat de la Boqueria, aqui quero fazer um aviso, se você apaixonado por mercados, como é, o lugar é um sonho. Durante nossa estada fomos lá todos os dias. Vimos o monumento a Colón, mas neste dia não subimos.
Sagrada Família de Gaudí
Em Barcelona, assim como em várias das principais cidades turísticas do mundo, eles possuem aqueles ônibus que você pode adquirir a diária e descer em qualquer lugar e pegar outro. Assim que soubemos disso providenciamos nossa passagem pelo circuito Gaudí. E além de passarmos pela Casa Batlló, Casa Milá, Palácio Güell, descemos na Sagrada Família, subimos nas torres (de elevador, você paga lá dentro para subir), lemos os trechos bíblicos nas portas, e vimos os detalhas das esculturas em pedra, e devo confessar que a parte mais antiga, de Gaudí é infinitamente mais cheia de detalhes que a nova. E depois fomos ao delicioso Parc Güell, cuja famosa iguana fica logo na entrada, e eu passei bem uma hora rodando o parque todo atrás dela.
Conhecemos o Barrio Gotic, subimos no mirante do Monumento a Colón. Andamos no bondinho de Barcelona, sim eles tem uma bondinho que sai do Port Vell e vai atravessando o Mediterrâneo até Montjuïc. De lá fomos andando e passamos pelo Estádio Olímpico, e depois de muito andar fomos dar (no bom sentido) na Fonte Mágica, uma coisa linda de se ver e que vale muito a visita.
Enfim, fizemos o modelo pretinho básico em Barcelona, porque queríamos voltar para Madrid e aproveitar mais a capital da Espanha e cidade pela qual sou totalmente apaixonada. Mas essa é outra história.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Está chegando...

Virtual ou Real?

Heróis literários ou Forever 17