31 de março de 2007

News


Notícias de uma mulher a beira do derretimento


Sim, não apenas as calotas polares estão derretendo, eu tenho certeza que eu, e todo mundo que vive em Recife também estamos derretendo devagar e sempre, está tão quente que a minha paciência para ficar aqui sentada diante do computador é quase nenhuma... até porque eu não tenho ar-condicionado e o ventilador só faz zuada e de vez em quando sopra um ventinho...quente, como não...se isso ao menos servir para diminuir meu bucho já estou no lucro!!!!


Olha devo avisar que não fui ver o Beto Barbosa na quinta-feira passada, porque uma amiga decidiu fazer uma saideira, só porque foi passar uma semana na Suiça ;), e claro que ficamos algumas garrafas de cerveja acima da humanidade. Mas não se preocupem que assim que eu for ver o dito cujo venho aqui contar tudinho a vocês e de preferência com fotos.


No mais continuo lendo e vendo dvd, os últimos foram o livro O Atentado, de um argelino que escreve sobre o conflito Israel X Palestina, muito bom, e um filme de Carlos Saura sobre uma das minhas paixões, a dança Flamenca, o nome do filme é Ibéria. Ainda não comecei Travessuras de uma menina má, do Vargas Llosa porque como comprei O Atentado e era mais fininho, decidi ler logo.


Ontem pela manhã baixou a escrava Isaura, só que numa versão morena, como não, e eu fui fazer uma faxina daquelas aqui na cozinha, sabe quando você passa a manhã toda literalmente de quatro (deixem de ser maldosos que eu falei no mau sentido), para limpar todos os recônditos da cozinha...pois é a doida aqui ontem fez isso, e depois à noite caminhei umas 4 horas na Via Sacra Penitencial...resumindo, hoje no lugar onde deveria estar minha coluna eu tenho uma dor. Mas um dia eu aprendo que de novinha eu só tenho a cara :D.


Sim, como os que me conhecem a mais tempo já estão carecas ou com muito cabelo de saber, eu sou católica de verdade (apesar de todo mundo dizer que eu não tenho cara, mas tenho sim, viu?!), e quando chega a Semana Santa, período religioso que eu mais gosto, eu participo de todas as solenidades (vide post explicativo escrito para a Alline em abril do ano passado), daí o motivo dessa Via Sacra Penitencial, e como diz minha amiga ainda bem que não é para pagar todos os pecados de uma vez, senão eu teria que passar o resto da vida andando.


No mais hoje uma amiga minha vai fazer show com a banda dela: Rock de Minissaia, só com músicas da Rita Lee, eu aconselho quem está aqui por essas bandas ir lá no Fuxico conferir que vale a pena.
Beijinhos mil, agora vou fazer uma visita a vocês. Tenham um ótimo domingo.

25 de março de 2007

Me virando nos 35!


Enquanto me viro nos 35, aproveito e leio muito, assisto DVD e dou atenção aos amigos.


Já li na última semana, As Boa Mulheres da China, da jornalista chinesa Xinran; estou lendo a biografia não autorizada de Roberto Carlos, aquela que deu a maior confusão, e já tenho engatilhado na ponta da agulha um romence de Vargas Llosa.


Neste meio tempo assisti a alguns filmes que todo mundo, com exceção da minha pessoa, já tinha visto: O Pianista; O mesmo amor, a mesma chuva(este é argentino, do mesmo diretor do Filho da Noiva); Albergue Espanhol e Efeito Borboleta.


E o revival dos anos 80 aqui continua com força total, não é que semana passada eu recebi o inusitado convite de ir a uma apresentação do Beto Barbosa, sim aquele mesmo de "adocica meu amor, adocica", em um barzinho bem legal lá em Boa Viagem...fiquei inédita claro.



Cris: Jan vamos quinta-feira para a Casa PUB ver Beto Barbosa?
Eu: Tás doida Crisa, bebesse gás? Beto Barbosa ainda existe?
Cris: Minha filha existe demais e o povo disse que tá a maior animação
toda quinta lá na casa PUB!!!
Eu: toda quinta? então vamos na próxima que nessa não vai dar! Anos 80, eu estou dentro!


Então se eu for mesmo não se preocupem que eu conto tudo para vocês, inclusive se ele cantou "preta fala pra mim, fala o que você sente por mim". Eu sei que tem gente que deve morrer porque eu faço essas coisas, mas vamos combinar, podem me acusar de tudo nesta vida, menos de hipócrita, ou de querer ser aquela pessoa cabeça, que só faz coisas cabeça, e jamais, eu disse jamais enfia o pé na jaca...que burocrático, eu tou forinha.


Beijos mil no coração de vocês, uma linda semana, e assim que der eu volto aqui. Ah antes que eu esqueça, esta foto é atual, cortei o cabelo, de novo, tem quem aguente o calor não!!!!

17 de março de 2007

Selo e presente de grego



Selo e presente de grego




Quem é vivo sempre aparece, por isso aqui estou eu, que não abandono meu bloguinho, por mais sem inspiração que eu esteja.




Vocês devem estar pensando que eu voltei surtada por causa do título de post, mas não é nada disso, deixem de pressa que eu já explico.




No meu aniversário ano passado eu ganhei de presente de aniversário da minha amiga Cris, meu personal selo um barato, eu como sou das antigas que ama uma boa e velha carta, quem me lê aqui sabe quer eu só falto surtar (mais?!?!) quando recebo algo pelo bom e velho carteiro, e que não seja contas de cartão de crédito, que fique claro, ganhei este selo que vocês podem ver na foto ao lado, não é um barato?! Quero aproveitar e avisar a Alli e Luci que a surpresinha (gente é surpresinha mesmo) leninesca, feita por mim e pela minha câmera, já foi...quando chega já não é comigo e sim com os Correios.




E aí essa semana outra surpresa via Correios, dessa vez um presente de grego no melhor sentido da expressão, uma delícia de presente que meu querido Giorgos mandou para mim, um calendário todo escrito em grego (amo, amo, amo) e dois CD's de Giannis Ploutarxos, um cantor grego da nova geração que eu tambem gosto muito, claro que eu prefiro Mixalis Hatizgiannis, sou fiel aos meus amores. A outra foto é a do meu presente de grego.




No mais sem novidades, sigo sem emprego, mas também sem um pingo de estresse, mal tenho tido dor de cabeça, estou me tornando uma exímia "boleira" faço o bolo em um dia, no outro só encontro o prato sujo com os farelos...aí é lasca.




Beijos mil para todos vocês, eu já contei para vocês como eu gosto quando me visitam? Pois se não estou contando agora, eu gosto muuuuuuuuuuuiiito. Obrigada. Bom domingo, ótima semana, cheinha de graça.

11 de março de 2007


12 de março, aniversário de Recife e Olinda que completam 470 e 472 anos respectivamente. Parabéns às duas lindas cidades que merecem! E uma homenagem especial dessa recifense que vos escreve, a Recife, menina dos olhos do mar!
Três frevos lindos de Antônio Maria, em homenagem a Recife, o que eu mais gosto é o número 3, que está em destaque:
Frevo nº 1 do Recife
Ô ô ô ô saudade
Saudade tão grande
Saudade que eu sinto
Do Clube das Pás, do Vassouras
Passistas traçando tesouras
Nas ruas repletas de lá
Batidas de bombos
São maracatus retardados
Chegando à cidade, cansados,
Com seus estandartes no ar.
Não adianta se o Recife está longe
E a saudade é tão grande
Que eu até me embaraço
Parece que eu vejoValfrido Cebola no passo
Haroldo Fatias, Colaço
Recife está perto de mim.
Frevo nº 2 do Recife
Ai que saudade tenho do meu Recife
Da minha gente que ficou por lá
Quando eu pensava, chorava, falava
Contava vantagem, marcava viagem
Mas não resolvia se ia
Vou-me embora
Vou-me embora
Vou-me embora
Pra lá
Mas tem que ser depressa
Tem que ser pra já
Eu quero sem demora
O que ficou por lá
Vou ver a Rua Nova,Imperatriz, Imperador
Vou ver, se possível
Meu amor.

Frevo nº 3 do Recife

Sou do Recife com orgulho e com saudade
Sou do Recife com vontade de chorar
O rio passa levando barcaça pro alto mar
E em mim não passa essa vontade de voltar
Recife mandou me chamar
Capiba e Zumba essa hora onde é que estão
Inês e Rosa em que reinado reinarão
Ascenso me mande um cartão
Rua antiga da Harmonia
Da Amizade, da Saudade, da União
São lembranças noite e dia
Nelson Ferreira toque aquela introdução.
Beijos mil nos corações lindos de vocês, muitas bênçãos.


7 de março de 2007

Dia Internacional da Mulher

Dia Internacional da Mulher



Não vou fazer um post igual ao do ano passado no dia de hoje, mas continuo com a mesma opinião, de que ainda falta muita coisa par que de fato possamos comemorar este dia como devemos, e o fim da violência contra a mulher continua encabeçando essa lista de coisas a fazer. Infeliamente ainda vivemos em um mundo muito machista onde o homem ainda pode tudo e mulher as vezes muito pouco, mas eu gostaria de dizer hoje que se eu tivesse que nascer 1000 vezes, 1000 vezes eu escolheria nascer uma mulher novamente. Feliz dia para todas nós!

Woman
John Lennon

Woman I can hardly express
My mixed emotions at my thoughtlessness
After all I'm forever in your debt
And woman I will try to express
My inner feelings and thankfulness
For showing me the meaning of success
Woman I know you understand
The little child inside of the man
Please remember my life is in your hands
And woman hold me close to your heart
However distant don't keep us apart
After all it is written in the stars
Woman please let me explain
I never meant to cause you sorrow or pain
So let me tell you again and again and again
I love you, yeah, yeah
Now and foreverI love you, yeah, yeah
Now and foreverI love you, yeah, yeah
Now and foreverI love you, yeah, yeah

4 de março de 2007

Olha eu aqui de novo!

Oi gente, olha eu aqui de novo!

A gripe foi braba, mas entre gregos e troianos a pernambucana aqui se salvou :). Sem grandes novidades, sigo nas estatísticas, mas ontem saí para dançar forró, para ver se eu já estava boa mesmo da gripe...é bem verdade que sigo com uma tosse de cachorro que só vendo.

Não sei se já comentei com vocês o quanto eu sou apaixonada por História, sempre fui, desde muito nova, e a História Geral, principalmente as Idades Antiga e Média, eu vou ao delírio. Agora vocês devem estar se perguntando: "E quico?", que é que eu tenho a ver com isso???? Nada, é claro, mas é que eu estou relendo uma trilogia sobre Cleópatra e fico viajando na maionese, querendo ir ao Egito, sim, como não, ver as Pirâmides, ir a Luxos, vero o Nilo...ah o Nilo, tenho fascinação por grandes rios. Acho que muito dessa minha paixão por viagens eu devo a minha paixão pela História.

Eita que agora eu delirei mesmo neste post, mas não se aperreiem que não foi muito sol na moleira não, é que eu sou assim mesmo ;). Gente eu sei que eu tenho visitado pouco vocês, mas é que eu tenho me conectado pouco também, como vocês sabem minha conexação é discada e só dá para eu entrar quando é mais barato, ou seja depois da meia-noite, e aí eu nunca acordo, e aos fins de semana, e aí nem sempre eu estou em casa. Mas vou vivistar vocês sim, que moram no meu coração e nem pagam o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

Bem, no mais vou indo, porque o almoço me chama. Um super beijo para todos, fiquem com Papai do Céu.

B de Barcelona

Ramblas Só estive em Barcelona uma vez na vida, e foi justamento em 2002, no ano Gaudí! Ou seja, melhor impossível. Só lamento porque na...