A de Aparecida

Quem me conhece sabe que sou católica apostólica romana de carteirinha, e acho que este é um lugar que todo católico deveria conhecer. A primeira vez que fui à Aparecida foi em 2001, e quase sem querer. Eu estava no Rio de Janeiro e um amigo de São Paulo convenceu a mim e a minha amiga a pegarmos um ônibus só para sairmos à noite em Sampa. Esta história conto com mais detalhes depois. E quando estávamos bem distraídas, a minha amiga, que nem católica é, olhou pela janela e disse: "Jan, olha isso!" e aí quando olhei já fui vendo o Santuário Nacional de Aparecida, enquanto o ônibus seguia seu trajeto até Sampa.
Claro que no dia seguinte, voltando à tarde de Sampa para o Rio, fizemos uma parada básica e mega rápida em Aparecida. Foi literalmente só o tempo de corrermos da rodoviária para o Santuário, eu rezar, chorar, comprar umas trocentas imagens, parecia até que ia revender, e voltarmos correndo para a rodoviária, a tempo de pegar o último ônibus para o Rio.
Até que em 2008, eu estava em São Paulo novamente e tirei o dia para ir com calma para Aparecida. Este dia eu pude conhecer melhor o Santuário, ainda participei do terço televisionado pela TV Aparecida, chorei de novo, desta vez o contrabando foi de terços, e enfim voltei feliz da vida para São Paulo.
As fotos estão aqui, é só clicar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Está chegando...

Virtual ou Real?

Heróis literários ou Forever 17