Disléxia Digital

Sim, admito, como muitos já devem ter percebido, que sofro de disléxia digital, tenho tendências fortes a engolir letras ou então trocá-las completamente. Sim, eu sei que isto poderia ser resolvido com uma simples leitura daquilo que escrevo antes de publicar, mas é exatamente aí que reside o problema.
Eu escrevo tal e qual falo, ou seja com todos os atropelos do mundo, muito e rapidamente, porquê eu falo tal e qual penso, demais e aceleradamente! Mas some-se a isso eu ser uma dedógrafa (sem duplo sentido neste caso), ou seja vou digitando "nas carreiras" e quando termino o post, voilá, aperto o famigerado botão de publicar postagem.
Vocês podem até não acreditar mas já fiz muitas revisões de textos, inclusive de teses de mestrado e doutorado, nas quais fui agradecida publicamente por não deixar passar um único erro de português, e também por, em algumas situações, quando eu entendia do assunto, fazer modificações para melhorar o texto...mas isso o texto dos outros, o meu nana nani não, é feito caldo de cana, sai na hora, escrevo e publico. Talvez por este blog ser completamente despretencioso, e eu sempre pensar que estou escrevendo para mim, ou para pessoas próximas.
E agora vocês devem estar se perguntando, e o que é que eu tenho a ver com seus erros de digitação, d. Jannine? E eu respondo: nada, mas ontem à noite uma adorável bronca sobre este meu defeito de fábrica me fez ter a idéia de escrever este post. Obrigada pela bronca, viu? Vou tentar ser mais atenciosa, mas não prometo nada, como diria Fernando Pessoa: "Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo."

Comentários

Camille disse…
Hum, isso de falar aos tropelos e escrever rapido tem esse nome é? Eu pensei que era sinal de gente muito inteligente com uma rapidez mental incrivel sabe Jan? Hehehehe, eta guria para inventar coisas. Você é otima na escrita, deixe de ser modesta!!! Beijos querida, boa semana!
Cam

Postagens mais visitadas deste blog

Está chegando...

Virtual ou Real?

Heróis literários ou Forever 17