Promessa é dívida

E como o meu amigo Robson pediu para eu detalhar alguns itens dos 40 (não deu nem para o começo) dos que eu elenquei num post anterior, vou começar pela entrevista com o ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes de Alencar.
Eu me graduei a primeira vez pela UFPE (e a segunda também), em Comunicação Social, com habilitação em Rádio e TV, aos 23 anos, e aos 24 fui alegre, saltitante e serelepe morar dois meses em Santa Cruz do Capibaribe para fazer o guia de rádio e vídeos para serem exibidos em comícios, do então candidato. Nas eleições de 1996. Era um trabalho sem fim, porque gravar 15 minutos diários para rádio não é mole, e conviver com ego de políticos é mais complicado ainda.
Miguel Arraes e sua primeira esposa Célia
Mas, voltemos ao que interessa, no dia do último comício, o então governador Miguel Arraes, iria falar aos cidadãos do pequeno município. Foi neste dia que eu descobri a força do mito Miguel Arraes. Ele estava hospedado em uma hotel na cidade vizinha de Caruaru, e quando eu cheguei ao hotel percebi uma fila  enorme, uma aglomerado, gente de todas as idades com suas câmeras em punho, papel e caneta para autógrafo, e lembro que perguntei ao assessor que estava me acompanhado até o encontro do governador: "tudo isso é por causa do Arraes?" e ele me disse: "você ainda não viu nada!". E realmente eu não tinha visto.
Fiz a entrevista, e  voltei para Santa Cruz, já que à noite eu teria que entrevistar a população após o comício. Você não fazem ideia do que eu  presenciei, era a história viva, pessoas humildes, do interior chorando de emoção por estar diante de Miguel Arraes, a parti de então eu passei a entender o mito.
Para quem não sabe quem foi Miguel Arraes é só clicar aqui

Comentários

Angélica Cirne disse…
Que máximo, legal ter vivido essa história, é a história viva da nossa terra.
Robson twitter @rhsoares disse…
Agora que vi os posts ! Muito legal ! Tuas estórias são muito boas. Morri de rir imaginando a cena do planador. Tu é 10 !

Postagens mais visitadas deste blog

Padroeira do Recife

Está chegando...

Virtual ou Real?