Pernambuquês, vai encarar?

Hoje serão mais expressões idiomáticas, preparem-se:

"do tempo do ronca" - algo muito antigo, velho; Ex: o carro russo lada samara é do tempo do ronca!
"mais velho que a Sé de Olinda" - a igreja sede da arquidiocese de Olinda e Recife nem assim tão velha, mas a expressão é usada tal e qual o tempo do ronca, quando queremos dizer que algo já passou do ponto faz tempo.
Igreja da Sé, em Olinda.
"caixão e vela preta" - quando não tem jeito, a pessoa está lascada e não tem saída, pode ser substituída por fodido e mal pago, mas esta é mais irreversível. Ex; Fulano foi pego pela namorada com outra, agora é caixão e vela preta.
"suando mais que tampa de chaleira" - é uma expressão literal, é só olhar a tampa de chaleira quando a água ferve. Ex. Neste exato momento eu estou suando mais que tampa de chaleira.
"mais quebrado que arroz de terceira" - a pessoa está literalmente quebrada, cansada demais, toda moída, ou seja exagerou no carnaval vai acabar mais quebrado que arroz de terceira.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Padroeira do Recife

A Maracujina e o Penta

Bookaholic