Mico não...Gorila!

Mico não...Gorila!!!!!


Aeroporto Internacional dos Guararapes, 11h da manhã, estava sozinha esperando um amigo meu que chegaria de Porto Alegre ao meio-dia, tinha ido receber uma premiação por um conto que havia escrito...eu tinha uns 18 anos e fazia espanhol no Centro Cultural Brasil España, que tinha como símbolo o conhecido sol de Miro que na verdade é a marca registrada do país.

E eu lá sentada com cara de lesa, quando chega um homem lindo, lindo, o maior gato, com a camisa estampada com o sol de Miro, de boné e eu pensei: ?eita eu já vi esse cara deve ser de uma turma mais avançada lá do curso? e fiquei olhando na maior cara de pau para ele, ele também ficou olhando para mim, eu ri, ele veio e sentou perto e eu já fui perguntando se ele fazia espanhol lá no Centro, ele disse que não que aquela camisa tinha comprado na España mesmo, aí eu perguntei se ele morava aqui, ele disse que tinha vindo a trabalho e ficou uma semana de férias, e ah que legal.. (blá, blá, blá) quem me conhece ao vivo e em cores sabe como eu falo pelos cotovelos foram muitos blás... E eis que estávamos indo muito bem quando chega uma mulher e pedi para tirar uma foto com ele...

Ops, foto???? Que foto? Por que uma foto com meu amigo Ivan (sim porque nessas alturas do campeonato ele já era meu amigo, eu já querendo ligar para minha mãe vir pedir a mão dele em casamento para mim)...Afinal ele não é famoso nem nada...ou agora é costume tirar fotos com quem passa uma semana de férias aqui?????

Eu devo ter feito uma cara tão estranha que a mulher meio que perguntou a mim se podia, e eu cada vez mais pasma, ?claro que pode, hehehehe?, e ele olhando para mim e rindo, aí tirou o boné para a foto...e a verdade caiu em cima de mim como uma bomba, eu só não fiquei vermelha porque já sou morena...depois da foto ele claro riu bastante e disse que sabia que eu não tinha a menor idéia de quem ele era e estava achando nossa conversa ótima, coisa e tal, mas aí eu já estava pedindo mesmo uma morte rápida para acabar com aquele vexame!!! Disse que o vôo que eu estava esperando já tinha chegado e saí meio que correndo dali.

Passei quase uma hora conversando com Ivan Lins, falando um monte de besteira, sem ter a menor noção de que ele era ele...agora só de lembrar eu já fico querendo morrer de novo... e olha que isso já foi há um tempinho ;). Também eu nunca fui fã dele, eu não era obrigada a reconhecê-lo né, não?!

Eu devia ser proibida por alguma lei federal de ir ao aeroporto esperar alguém, eu sempre acabo conhecendo gente e depois me metendo em algum lio. :-D. Tenho outros tantos gorilas que poderia contar, mas esse é bem legal porque mostra o meu grau de leseira desde nova, e que com o passar dos anos só fez aumentar....

Beijão grande para todo mundo que vem aqui!
Gostou Vivien?! Só você para me fazer contar isso aqui, depois desse tempo todo. Passo a bola para Lou e Cissinha.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Virtual ou Real?

Está chegando...

Heróis literários ou Forever 17