Portugal - 36 anos da Revolução dos Cravos


Para mim um dos momentos mais bonitos da história mundial, hoje 25 de Abril completam-se 36 anos da derrubada do ditador Salazar, talvez as novas gerações brasileiras desconheçam os fatos sobre a ditadura salazarista que se abateu sobre Portugal, e eu não vou falar sobre este período triste da história, um dos muitos, e sim da linda revolução que teve início na noite de 24 de Abril, quando dos estúdios da Rádio Alfabeta, o locutor colocou a música "E Depois do Adeus", de Paulo Carvalho (belíssima e que vocês podem ouvir no vídeo baixo). Era o sinal para as tropas avançarem.

Já na madrugada do dia 25 de Abril a segunda senha, a música "Grândola, Vila Morena", de José Afonso, é tocada na Rádio Renascença. Está segunda música serviu para informar a todos os quartéis que tudo corria conforme o previsto.

As vendedoras de flores do Rossio (lindo lugar no centro de Lisboa), colocavem cravos vermelhos nos fuzis dos militares, e foi assim de forma lírica e sem derramamento de sangue que o regime ditatorial foi derrubado. Sempre me emociono com esta data, tenho vontade de chorar pela beleza do momento, lembro da mãe de uma querida amiga portuguesa me contando a experiência dela sobre este dia, falando sobre os cravos, sobre as músicas e eu chorando, esta sim foi uma REVOLUÇÃO, assim mesmo, em maiúsculas.

Para maiores detalhes sobre a ditadura Salazarista e o início da Revolução dos Cravos que culminou com o 25 de Abril existem vários sites, vale a pena ler, é um lindo capítulo da História.

Beijos e bom início de semana.

Comentários

Olá!

Belíssimo post, gostei muito de aprender sobre a ditadura salazarista e como foi a REVOLUÇÃO dos Cravos, realmente, esta merece letras maiúsculas, eu desconhecia este lindo capítulo da história. Sem palavras, maravilhosa maneira de combater o mal que se abatia sobre Portugal através de uma atitude tão pacífica e ao mesmo tempo poética. Incrível.

Flw e Deus abençoe!
Karen Kremes (Karkr Napon)
xD
Vivi disse…
Super feriado em PT, este é um dia de muita festa e protestos na terra de cabral :)

saudades de vc amiga, tudo blz?
Bjokas
Camille disse…
Que lindo, que bela lembrança. Eu tb acho esse momento da Historia precioso, tem uma porção de historias paralelas a essa historia que tb sao lindas, como o movimento anti-manicomial em POrtugal que se seguiu a essa revolução, um fenomeno alias mundial, apos uma revoluçao pela libertação, luta-se por muitas liberdades em muitas instancias.
Que post maravbilhoso e bem ilustrado, por isso deixo aqui parte do hino:
"somos um povo que serra fileiras, parte a conquista, do pão e da paz.
Somos livres, somos livres, nao voltaremos atrás"...
Beijos querida, temos mais isso em comum.
Cam
Camille disse…
ps- quero dizer ainda que, com uma revoluçao dessas a gente sente que as pessoas sao gente. Que tem gente boa, cheia de ideais, qu eo mundo nao feito apenas de sordidez, oportunismo, vinganças e trapaças.
Beijos!
Vivien Morgato disse…
Jan, cheguei...me ligue: 2121-0909, estou no quarto 402 com meu filho.
Vamos fofocar, mulé!!!

beijos.

(perdi o email com o seu tel...please, me liga)

Vivien Morgato

Postagens mais visitadas deste blog

Virtual ou Real?

Está chegando...

Heróis literários ou Forever 17