Heróis literários ou Forever 17

Geralmente todas as mulheres que eu conheço que leem os autores britânicos como Jane Austen, Emily e Charlotte Brontë, Thomas Hardy, tendem a se apaixonar...

PAUSA

Sim, nós nos apaixonamos por personagens de livro e isso é normal, acredite.

DESPAUSA

pelo Mr. Darcy, de Orgulho e Preconceito, claro que eu amo Darcy, Rochester e não morro de amores por Angel Clare, devo confessar, mas quando li pela primeira vez aos 11 anos de idade, e até hoje, quando releio uma vez por ano o meu amor literário é o Heathcliff, de Morro dos Ventos Uivantes. Ele não é bom, não, ele é sombrio, mas ele é uma pessoa passional, que ama, que é capaz de atos extremos e me desculpem, mas eu não gosto daquela coisinha café com leite do Angel Clare por exemplo. E agora vocês devem estar se perguntando aonde eu quero chegar com isso. Explico.

Em 2011, uma autora britânica que realmente eu nunca tinha ouvido falar, escreveu um livro cuja literatura deixava a desejar, mas que falava de sexo e amor e criou um novo personagem literário apaixonante, o famoso Christian Grey, o cara é problemático, mas ama como um Heathcliff, resultado, caí de amores pelo moço, assim como a adolescente que se apaixonou por Heathcliff, e tudo isso para dizer que amanhã vou ver o filme, que pelo que eu vi está bom demais. E com um adendo, ninguém, ao menos para mim, consegue ser o perfeito Heathcliff no cinema, entretanto o Jamie Dornan é o perfeito Christian Grey!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Está chegando...

Virtual ou Real?