Atenas

Continuando....vou contar dois dias por post senão o relato não vai acabar nunca!!!!!!!

O primeiro dia em Atenas foi lindo...nada de mala, mas tinha o essencial para tomar banho e trocar de roupa, saí e comprei uma sandália confortável, porque vamos combinar que subir a Acrópole de salto eu não tou podendo. E nesse meio tempo me ligaram do aeroporto dizendo que minha mala tinha ficado em Paris (eu posso?!), mas que chegaria à noite e eles me entregariam no hotel no dia seguinte bem cedo.

Subida à Acropole, no meio do caminho quando eu a vi de longe já começei a chorar (sou assim, toda boba mesmo), subimos ainda sem muito preparo físico (o que trocando em miúdos quer dizer que eu e Cris chegamos lá em cima com meio palmo de língua para fora), mas valeu a pena, nessa primeira ida além de zilhões de fotos, briga com o vento e cabelo, ainda estava um pouco frio, depois esquentou que foi uma beleza!!!!!

Às 3h da tarde, quando finalmente lembramos de comer e de descer, fomos direto ao Souvlaki (coisa deliciosa), depois passeio pela Plaka (bairro delicioso), conhecemos um monte de gente só nesse primeiro dia, pense num povo simpático!!!! É bem verdade que para meu total descontrole a Plaka é cheia de lojinhas...e eu claro gastei mais do que devia, mas isso vocês não precisam saber...hehehehehe.

Voltamos para o hotel e não saímos à noite nesse primeiro dia porque ainda estavamos cansadas da viagem e do dia todo andando, vocês hão de convir que o rítmo de maratonista que eu peguei só foi no segundo dia :-).

No dia seguinte fomos ver a troca de guarda, eu amei, a roupa é super fashion e eles fazem uma verdadeira coreografia, sem contar que os guardinhas nem piscam e são lindos! Mais zilhões de fotos e filminhos na hora da troca mesmo. Depois disso fomos andando ao longo de uma outra avenida, decidimos fazer outro caminho em direção a Plaka, que como é um bairro cheio de ruazinhas tinha que ser explorado devagar e sempre. Entrei em uma Igreja Ortodoxa Grega, super bonita, chamada Igreja da Trasfiguração, com belas imagens bizantinas. À noite neste dia saimos com Yorgos, um grego, amigo de Cris que nos levou a uma taverna bem típica e o que é melhor nada turística, para provarmos a comida grega (acho que foi nesse momento que teve início o meu regime de engorda). A taverna tinha música ao vivo, e é super interessante ver como depois de um certo momento os homens e mulheres se levantam para dançar e as pessoas das mesas ficam jogando cravos (mais zilhões de fotos).

Nós duas claro não levantamos para dançar porque o povo lá tava dando um show e a gente só babando, para quem for a Atenas o nome desse bairro que é bem legal para se ir à noite é Psirí.

E no próximo post a saga continua. Beijos no coração de todos e fiquem com Deus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Está chegando...

Virtual ou Real?

Heróis literários ou Forever 17