Viagem - Terceira Parte - O retorno



Viagem Quarta Parte - o Retorno

Antes de começar a contar mais sobre a viagem quero pedir desculpa a vocês pela minha ausência tanto aqui, quanto nos blogs de vocês, mas é que eu passei o fim de semana fora, e ontem tive que ir para o interior ver os Espaços Cidadania que já estão prontos e só cheguei em casa à meia-noite :-P.

Voltando a viagem....pegamos um ônibus Paris- Praga, mais ou menos 15 horas de viagem, mas pela Autobahn alemã isso não é um problema. Chegamos em Praga às 5h da manhã, estava o maior frio, mas o dia já tinha amanhecido...pense na minha leseira, sem saber que já estavamos em Praga quando percebi fiquei tão eufórica que devo ter acordado metade do ônibus, inclusive minhas amigas, a chegada é pelo centro histórico, e é linda! Mas em compensação a rodoviária...vocês não têm noção...parece uma rodoviária do interior do Brasil. Esse foi o segundo choque, o primiero tinha sido quando pediram nossos passaportes na fronteira para dar um visto. E o terceiro choque é que tudo lá ainda é em coroas checas, mal se usa o euro. Um euro corresponde a 28 coroas checas!!!!

O hotel que ficamos era bem pertinho da rodoviária, então largamos a bagagem lá e fomos andar claro...e como andamos, e como valeu a pena, Praga é realmente uma cidade belíssima. O relógio astronômico (foto ao lado) é uma festa, de hora em hora quando o sino começa a badalar e os apóstolos aparecem na janela os turistas vão ao delírio!!!!

A Parte ainda mais antiga da cidade, que fica no alto também é bela e de lá você tem uma visão privilegiada de Praga. A karlov Must (para mim Ponte Carlinhos, fiquei logo íntima) também é imperdível.

Mas o que mal me chamou atenção na cidade foi a mistura da cultura do comunismo que dominou ali por muitos anos com a recem adquirido capitalismo, ao mesmo tempo que tem coisas que estavam na moda aqui no Brasil a no mínimo 20/30 anos, tem lojas Louis Vouton, Prada...enfim, e de quebra turistas de toda parte do mundo, por todos os lados.

Ah! E a cerveja típica da Bohemia para quem gosta, é uma delícia!!!!!!!

Voltamos a Paris no dia 17 á noite, chegamos lá no dia 18 e claro já fomos passear, andamos até quase meia-noite pelo Champs Elysees, super linda a avenida, além de animada e depois fomos descansar.

Na sexta-feira fomos logo cedo ao Perè-Lacheise visitar o túmulo de Abelardo e heloisa e de quebra Jim Morrison. Depos fomos ao Louvre visitar a Gioconda, depois Notre Dame e uma pausa para o meu terço diário, e depois claro voltamos para casa porque o sábado era praticamente nosso último dia na cidade e ainda tinhamos muita coisa para fazer.

No sábado fomos logo cedo ao D'Orsey, diga-se de passagem gostei muito mais desse museu que do Louvre, ele é menor, mais aconchegante e tem zilhôes de obras dos impressionistas, que eu amo, em especial Van Gogh! Depois do museu fomos fazer o passei básico e segundo minha amiga Lou imperdível de Bateau Mouche, depois fomos jantar em um restaurante grego...matar as saudades da Grécia. E eu claro fui convidada por um garçom grego para dançar, dança típica grega, e dancei porque pagar mico é comigo mesmo, até em cima da mesa eu dancei...pense num vexame! saímos do restaurante e fomos ver a torre e sua nova iluminação, uma festa, parecia o relógio lá em Praga!

No domingo passamos toda à tarde no aeroporto porque estavamos cheias de bagagem e o Charles De Gaulle é muito longe, depois volta para casa...mas com uma vontade enorme de ficar...vocês não fazem idéia do quento...

Bom esse foi um resumo bem resumido da ópera, espero que vocês tenham gostado! Beijos no coração de todos vocês e um especial para ti Iñaki, te quiero!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Está chegando...

Virtual ou Real?

Heróis literários ou Forever 17