Mala com alça: perdida...


Aviso aos navegantes, esta mala a qual me refiro no título do post não sou eu, é uma mala de verdade, dessas com alça e rodinha, ok?

Agora vamos a história. Eu me gabava e vivia toda Sissi (sissintindo) porque meio mundo de gente já tinha passado pelo transtorno de uma mala extraviada e na maioria das vezes recuperada depois de um logo tempo, e eu não, nunquinha. Um dos maiores triângulo das bermudas para malas são os vôos internacionais, e mesmo nestes eu nunca tinha passado por um extravio. Claro que uma mulher previnida vale por duas e eu andava com um monte de coisas importantes na bolsinha de mão, tipo calcinhas... Mas agora eu viajei na conversa, voltemos a mala perdida.

Em 2006, a última vez que tive dinheiro para pisar em terras européias, fiz uma verdadeira Odisséia de voos até chegar em Atenas. Despachei a mala aqui em Recife, às 7h da manhã do dia 02/05, e ela foi linda e direto para as "Oropa" até o nosso re-encontro no dia 03/05. Eu fui para São Paulo, e no mesmo dia à noite segui de Sampa para Paris. No dia 03/05, às 18h peguei alegre, saltitante e serelepe o voo da Air France para Atenas...

Detalhe importante:

Eu estava alegre e saltitante, mas vomitei a viagem toda, sim, eu enjoo em avião e o dramin estava dentro da mala, eu posso não ser uma mala, mas devo ser uma anta!

... Cheguei em Atenas, verde, porém feliz, e fui alegre, saltitante e serelepe atrás da mala... mala? que mala? Porque a minha não deu as caras lá no aeroporto para me encontrar, mas eu que sou uma pessoa calma e controlada fui lá, falei com as autoridades competentes em malas, da Grécia, descervi a minha (que na verdade era emprestada), e fui embora para o hotel.
No outro dia, tipo 9h da manhã, horário de Atenas, eu feliz da vida usando a roupa de minha amiga Cris para ir ao Parthenon, mais contente que pinto no lixo e quem me liga? Não, não foi a mala. Foi o pessoal muito simpático do aeroporto para me informar que minha mala tinha ficado em Paris (!), mas que chegaria no outro dia de manhã cedinho lá no hotel!!!
E, enfim, após três dias após o despacho, o pessoal do hotel ligou para o meu quarto e disse, disse mesmo que o recepcionista Yannis era mais palhaço que eu: Advinha quem está aqui? E eu: Rivaldo??? (na época ele ainda jogava em Atenas e o recepcionista sabia que eramos pernambucanos, ele achava que eu era praticamente vizinha de Rivaldo). Ele: Eu bem queria... mas foi sua mala, vou mandar ela aí para o seu quarto.
E a mala chegou intacta, mais amarrada que tudo e sem nenhum arrranhã, ainda bem porque lembrem-se que ela era emprestada.E este foi o final feliz da mala,e mais feliz ainda meu, porque tinha um monte de coisas e lembracinhas para gregos, troianos e parisienses dentro da mala!!! Ufa...


Foto 1: As malas, a minha(emprestada) é esta preta em primeiro plano com uma sacolinha de mão branca e rosa em cima...ele teve sorte de eu não tre jogado ela no Sena...Ah, um ponto positivo, esta blusa vermelha era de Cris, ela me emprestou em Atenas e resolveu me dar porque ficou melhor em mim...uebaaaaaaaaaaaa!!!! Com Cris e Shi no metro em Paris.




Foto 2: a mala discreta e sutil que eu comprei, para ver se ela não se perde mais, e pelo menos agora essa é minha!!!!




Comentários

zany disse…
Jan, adoro as suas histórias. Então aí vaim bordão: " Entrou pela perna do pinto, saiu pela perna do pato. O Senhor Rei mandou dizer, pra você contar mais quatro". Bjs!!!
Daniel Oliveira disse…
Ai que post legal.
E que susto em menina. Pior que é verdade, vc deve ter passado pelo maior sufoco, até por que, como disse a mala não era sua,rsrs .Ainda bem que deu tudo certo,mais não posso deixar de dizer que isso foi um “presente de grego”(nossa essa foi péssima).

Bjusss Flor.
Mary disse…
amiga, eu sumi uma semana sim, estive com problemas e acabei ficando off uma semana miga, mas quero voltar aos posts semanais novamente.. acho q o ritimo de trabalho tá me deixando sem pique pra qualquer coisa, mas tenho q dar um jeito de melhorar, sei disso..

agora sim post para michael jackson.. hehehe.. eu q ñ era super fã dele senti na hora do enterro, e acho tb q foi certo trazer os filhos, se eles queriam tinham q estar presentes mesmo.. sobre a mala, nunca viajeito muito longe assim nunca tive problemas de perder nada, fico feliz que vc tenha recuperado sua mala, e esta que vc comprou ñ vai perder mesmo.. hehehe..

bjoks mil e ótimo domingo miga..
vivi disse…
Eheheheh eu imagini que toda essa "sutileza" na cor d nova mla, era para ela não se perder mai - rsrsrsrsrs

Bjokas

Postagens mais visitadas deste blog

Está chegando...

Virtual ou Real?

Padroeira do Recife