Saudades

Pôxa Painho, 9 anos, já! Sinto sua falta do mesmo jeito. Sinto falta do seu jeito brincalhão, o bom humor eterno, isso com certeza puxei ao senhor, assim como a paixão pelo futebol, apesar de ter tido 2 filhos homens, eu sempre fui a mais apaixonada, fomos a jogos juntos e assistíamos jogos diversos em casa, pela TV. Quando o Brasil foi campeão pela quinta vez em 2002, eu chorava de alegria pelo campeonato e de saudades porque imaginava a sua alegria, recordava de nós dois sozinhos vendo o jogo na sala der casa em 1994.

Outra paixão que eu herdei totalmente do senhor: fotos. E como o senhor gostaria das câmeras digitais, assim como do dvd... A medida que vou escrevendo vou percebendo como pareço com o senhor...a saudade vai apertando meu coração com sua mão gelada, e como meu coração parece ser diretamente ligado aos meus dutos lacrimais começo a chorar.

É hora de parar de escrever antes que Mainha me veja chorando, ela mais que ninguém, o senhor pode imaginar sofre com a sua ausência. Mas estamos todos bem, filhos, netos, todos bem, e tenho certeza com a mesma saudade monstruosa que eu sinto.

Amo você, até um dia,

Sua filha, Jannine.

Comentários

Delma disse…
Oi Jan

Entendo perfeitamente o que vc está sentindo...dá até vontade de chorar...o nosso luto não termina nunca...
um beijinho e um abraço bem apertado!!!

Delma
Rose disse…
Jan,
Que coisa linda!!!
Saudade sempre.
beijo enorme pra vc e mainha.
Rose
Estórias Daqui disse…
As pessoas que amamos sempre vivem dentro da gente né Jan?

Abração bem apertado pra você.
Camille disse…
Oi querida amiga,
Da vontade de te pegar no colo e consolar, por que na hora de sentir a perda todo mundo volta a ser um pouco criança nao é? Ainda mais um pai que era mais queum pai, era um painho. Devia ser carinhoso e amigo para merecer esse jeito de ser chamado.
Que Deus o tenha. E que voce leve sempre em seu coração tudo de bom que passaram juntos, cada vez com menos tristeza, mas cheia de boas lembranças e o que de alegre elas trazem.
Beijos e bom final de semana, Jan.
Cam
Mary disse…
amiga querida, sumi por algum tempo, precisava de tempo pra mim, pra minha cabeça se acostumar com algumas coisas..

estou voltando, achei lindo teu post, seu pai, onde ele está, deve ter achado lindo tb..

caminhão de beijos e ótimo findi..
Roseane, disse…
Jan posso imaginar sua dor. Meus sentimentos por isso. Perdi meu cunhado recentemente, há 8 dias. E tem sido dolorido, pela perda e pela minha amada irmã, sobrinha e o enteado dela. Deus faz essas coisas, mas deve ter alguma razão. Bjks e muita força.
Luma Rosa disse…
Jan, veja o lado bom desta saudade! Tem coisas boas para recordar, momentos felizes que foram compartilhados, afinidades trocadas, vivências que carregará e histórias que poderá contar para as crianças da família. Sabe, eu perdi meu pai muito criança e a saudade que sinto dele é vazia, muito ruim! Não é uma saudade feliz, é bem triste! Então amiga, não fique triste! Agradeça ao papai do céu o tempo que ele proporcionou à vocês. Boa semana! Beijus,

Postagens mais visitadas deste blog

Está chegando...

Virtual ou Real?

Padroeira do Recife